Djokovic, número uno del mundo